FELIZ COM A VIDA Papos

NADA DO QUE EU FUI ME VESTE HOJE EM DIA

2 de julho de 2015

No dia 1 de julho de 2013 eu acordei e, pela primeira vez em 16 anos, eu não precisava ir trabalhar. Isso significava não precisar me vestir para encarar o mundo nem para impressionar ninguém com a minha imagem de publicitária bem sucedida.

Eu também estava prestes a vender todas as minhas coisas para começar a minha viagem pelo mundo vivendo como uma nômade digital.

Nesses últimos dois anos a minha vida e as minhas prioridades mudaram completamente e, graças a isso, eu passei por uma enorme transformação.

Como consequência de todas essas mudanças, acabei mudando muito em relação ao meu guarda-roupa, ou àquilo que carrego dentro da minha mala. Nossas roupas e nosso estilo pessoal são uma forma de nos comunicarmos com o mundo.

Antes, eu tinha roupas específicas para trabalhar, para passear, para os fins de semana e férias. Cada categoria transmitia uma mensagem diferente sobre mim, já que nos vestimos de acordo com o que queremos ser percebidos.

Hoje em dia, eu não preciso mais disso. Eu trabalho de casa e não tenho mais a separação entre o que é dia útil, fim de semana e férias.

O problema é que todas essas mudanças também fizeram com que, atualmente, eu me sinta um pouco sem estilo, sem uma identidade visual, sabe? Eu não sei mais o que é a minha cara e, como eu sempre amei moda, isso tem me deixado angustiada toda vez que eu preciso me vestir para sair de casa.

Para completar, tudo o que eu trouxe na minha mala se acabou e eu preciso urgentemente comprar roupas novas, mas quero fazer isso de forma consciente para que tudo combine entre si e eu consiga reduzir ainda mais a minha bagagem.

Decidi aproveitar que preciso urgentemente fazer compras e que tenho recebido muitas mensagens de pessoas que estão prestes a se tornarem nômades digitais ou querem viver de forma minimalista, para dividir esse processo com vocês.

Vou criar uma série de posts para vocês se inspirarem e acompanharem a minha evolução nesse próximo mês.

Espero que vocês gostem e que eu consiga finalmente chegar na minha tão sonhada mala funcional! Dedos cruzados e mãos à obra!

Imagem: Sharon Eve Smith

You Might Also Like

10 Comments

  • Reply Flavia 2 de julho de 2015 at 13:29

    Oi Fe! Vc ja ouviu falar do capsule wardrobe? Acho que esse conceito adaptado para o seu estilo de vida, claro, poderia te ajudar a montar seu guarda roupa minimalista ideal! Procure pelo site Un-fancy! La a Caroline da varias dicas legais! Ela tem inclusive um planner que acho que poderia te dar uma boa base pra comecar a pensar no seu estilo/gaurda roupa ideal! Sucesso!bjs

    • Reply Fe Neute 2 de julho de 2015 at 13:55

      Oi Flávia!

      Eu fiz muitas pesquisas nesse sentido e o cápsula não funciona para mim porque eu não tenho casa e nem onde guardar as coisas que não fazem parte dos 3 meses. Preciso de algo que tenha tudo para todas as estações. Eu adoro o estilo da Caroline, mas preciso criar algo que funcione para mim :)! Logo mais vou postar um pouco sobre a pesquisa que eu fiz para vocês poderem acompanhar!

  • Reply Fernanda Penido 2 de julho de 2015 at 14:01

    Oi, Fê!
    Sou uma leitora assídua do blog, apesar de nunca comentar! Gostei de ver o post do Fashion Traveler aqui. Aliás, como vc pediu nossa opinião no podcast, prefiro ver os dois assuntos no mesmo blog pq acho que eles tem tudo a ver!
    Bjos

  • Reply Joana Teixeira 2 de julho de 2015 at 14:32

    Oi Fê, eu adoro o blog e tambem me identifico contigo. Eu também trabalho desde casa e é uma grande liberdade 🙂
    Beijooos

  • Reply Bruna 2 de julho de 2015 at 16:29

    Adorei a ideia, Fê! No oficina de estilo sempre tem muita dica boa! Hoje mesmo fizeram um post muito bacana pra ajudar a gente a comprar melhor. E é claro, da-lhe pinterest. Ce ja conhece tambem o http://www.un-fancy.com/? Vale a pena conferir as capsulas que ela monta por estação!

    😀

    Beijos!

  • Reply mariana bittencourt 2 de julho de 2015 at 18:46

    oi, fê! como comentei no face tô indo viajar pelo mundo e adorei a ideia de acompanhar essa sua jornada já que me identifico com esse teu gosto pela moda, pelo interesse em me vestir e por esse momento de mudança, em ter que redescobrir o que me serve ou não – no sentido do que quero levar comigo mesmo, na mochila. gostei também do áudio que você mandou como newsletter, achei bem prático.. e acho que prefiro mesmo tudo concentrado aqui! acho que as duas coisas estão conectadas, tem tudo a ver com felicidade. compartilha mais das suas experiências que com certeza vai ser bacana 🙂 um beijo, obrigada pela inspiração de sempre.

  • Reply Aline 2 de julho de 2015 at 22:53

    Oi Fe!! Acho que eu prefiro tudo concentrado aqui e em um Instagram só… São assuntos muito parecidos….acho que vai chegar o momento que você mesmo vai ficar perdida sem saber onde coloca determinada foto ou texto… Beijocas!!!!

  • Reply Fernanda Moretzsohn 1 de agosto de 2015 at 12:16

    Oi Fê,

    Eu tbém sou Fê, Fer,
    Daqui 1 1/2 ano estarei aposentada, daí ( ou mesmo antes disso), vou me dedicar full time ao meu blog. Também estou adotando, cada vez mais, o estilo minimalista de viver. Só viajo com bagage m de mão, pois 90% das minhas viagens, faço sozinha. Percebo, que isso é qu’a se assustador, principalmente para as mulheres 50 plus…enfim simplificar a mala é a vida só nos faz mais feliz!!! Bj

  • Reply Cintia Nigro 1 de setembro de 2015 at 11:32

    Olá Fe, tudo bem?
    Acabei de conhecer seu blog e já gostei bastante! Me identifiquei bastante com você e o minimalismo também chegou pra mim (porém ainda estou em fase de transição). Há meses não compro cosméticos e ainda tenho um pequeno estoque (que absurdo, né?) Porque achamos que precisamos de tudo isso? Só deve ser a “recompensa”pelo trabalho duro…..
    Sou consultora de imagem e meu objetivo também é me tornar nômade digital. Li sobre suas estratégias para definir o que realmente funciona para você e vc está certíssima só escolhendo aquilo que realmente vc pode usar (e gosta) em várias ocasiões (principalmente por ter um “armário” tão restrito (e pensar que podemos fazer TANTOS e TANTOS looks com apenas o que cabe em uma bagagem de mão… Se puder ajudar, uma base neutra combinada a algumas peças ou acessórios coloridos multiplicam o look e renovam o visual. Lá no site, tem um teste para o tom de pele (para ajudar a definir sua palleta de cores ) são cores ideais para usar nas partes de cima e acessórios próximos ao rosto; fique a vontade! Beijos

  • Reply Fernanda Mendes dos Santos 24 de outubro de 2015 at 01:27

    A minha angústia também é essa, fiquei tão básica e antes eu era tão bem colocada visualmente, que fiquei perdida!

  • Leave a Reply